Reabertura de Fernando de Noronha – Covid-19

ATUALIZAÇÃO!!!

Divulgada ontem, 23/09/2020 a nova fase de reabertura de Fernando de Noronha ao turismo.

A partir de 10/10/2020 a ilha reabre para todos, sem a necessidade de comprovação de já ter tido e estar curado da Covid-19.

O protocolo havia sido bastante criticado pelos empresários da ilha e pelos interessados e visitar o arquippélago.

Agora, com o novo protocolo, todos podem viajar para Fernando de Noronha, porém, algumas regras devem ser seguidas.

Divulgada por Guilherme Rocha, administrador da ilha, o protocolo foi elaborado pela administração e autoridades de saúde do estado de Pernambuco.

A principal regra é que o turista realize o teste RT-PCR um dia antes de embarcar para Fernando de Noronha.

Outro ponto importante é que o turista faça download do aplicativo Dycovid – Dynamic Contact Tracing, que notifica a ocorrencia de um contato de alto risco próximo a ele.

Além disso é necessário assinar um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta concordando com o cumprimento do protocolo e das orientações da Vigilância Sanitária do arquipélago.

Na saída da ilha, será necessário realizar um novo RT-PCR para que haja um controle da Vigilância em Saúde sobre uma possível contaminação comunitária. E este segundo teste não impede a viagem de retorno.

Ainda também será realizada a medição de temperatura no desembarque no Aerpoporto de Fernando de Noronha, distânciamento de 1,5m no aeroporto, utilização de máscara em locais públicos e higienização das mãos.

Enfim, este é um protocolo mais fácil de ser cumprido e que deve alavancar o turismo na ilha novamente.

Esperamos que nossos amigos e parceiros de Fernando de Noronha consigam se beneficiar do novo protocolo e que a economia da ilha volte a "vida"...

======================================================

(POSTADO EM 10/09/2020)

Depois de quase 6 meses fechada para o turismo, Fernando de Noronha finalmente reabre e começa a receber turistas novamente.

Porém...

Com muita polêmica envolvida, o protocolo de reabertura é algo inédito. Creio que nenhum outro lugar no mundo tenha feito algo parecido. Até por conta disso, empresários e moradores da ilha estão realizando diversos protestos na ilha e no Recife para que o protocolo seja alterado.

Explicando...

Hoje, somente pessoas que, comprovadamente, tiveram Covid-19 e estão curadas, podem visitar a ilha.

Como já é de conhecimento geral, o turista paga uma Taxa de Preservação Ambiental cobrada pelo IBAMA, e agora com o novo protocolo, quando fizer o pagamento da taxa, é necessário anexar uma comprovação de já ter tido a doença e estar curado.

Criaram um novo site para pagamento da taxa, www.sounoronha.com , porém, mesmo por ali o procedimento ainda não está bem explicado.

Mas de qualquer forma tenha em mente que somente poderá visitar a ilha se tiver uma comprovação de que já teve Covid-19.

Além disso, o problema é que as cias aéreas ainda não retomaram os vôos. A Gol ainda não divulgou data para retomada da malha aérea para Noronha e a Azul está com vôos somente aos sábados.

Aparentemente, a Azul amplia os voos para quinta-feira a partir de outubro.

O novo protocolo foi divulgado no final de Agosto e liberando o turismo a partir de 01 de Setembro.
No primeiro voo chegaram 4 turistas... Isso mesmo QUATRO!

No segundo voo, dia 12/09 foram 25 turistas...

Deus ajude a pousadas e empresas da ilha. Com este protocolo, o que já é dificil fica quase impossível...

Sobre a REFENO, a famosa Regata Recife / Fernando de Noronha, infelizmente foi cancelada.

O governo havia confirmado a data de 12 de Outubro, já haviam mais de 100 embarcações inscritas, porém foi criado um protocolo bastante difícil de cumprir.
Os tripulantes fariam uma "quarentena" de 72 horas no Recife e mais 48 horas em Noronha, além de testes de Covid em Recife e Noronha.
Com isso foi feita uma votação entre os inscritos e infelizmente a REFENO foi cancelada.
Veja o comunicado oficial: http://www.refeno.com.br/noticia.php?id=472

Agora vamos aguardar... Rezando para que os protocolos sejam flexibilizados e que a ilha volte o quanto antes ao seu "novo normal". Com toda a segurança e prevenção mas que todos possam aproveitar as maravilhas deste incrível arquiopélago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *