Noronha Plástico Zero

Posto de Informação e Controle - Acesso para a Praia do Sancho

Você sabia que desde abril/2019, entrou em vigor em Fernando de Noronha um Decreto Distrital, que proíbe a entrada, comercialização e uso de recipientes e embalagens descartáveis de material plástico ou similares na ilha?

Um grande passo para Fernando de Noronha, um destino que recebe mais de 100 mil visitantes por ano, conhecido com um paraíso ecológico, que abriga um Parque Nacional de extrema importância com uma biodiversidade marinha e terrestre enorme, e considerado uma das áreas mais importantes do Atlântico para a reprodução das aves marinhas.

Conhecido como Noronha Plástico Zero o decreto, que foi uma iniciativa da administração da ilha junto com parceiros,  proibiu a entrada, comercialização e uso no Distrito Estadual de Fernando de Noronha, dos seguintes produtos descartáveis:

  • Garrafas plásticas de bebidas com capacidade inferior a 500 ml
  • Canudos, copos, pratos e talheres de plásticos descartáveis.
  • Sacolas plásticas
  • Embalagens e recipientes descartáveis de poliestireno expandido (EPS) e o poliestireno extrusado (XPS), popularmente conhecidos como isopor, e destinados ao acondicionamento de alimentos e bebidas.
  • Demais produtos descartáveis compostos por polietilenos, polipropilenos e/ou similares.

O programa trouxe uma maior conscientização ambiental por parte da população local e estabelecimentos comerciais da ilha, que abraçaram a causa e fizeram a coisa acontecer! Com isso os oceanos e o meio ambiente agradecem... Noronha se tornou uma ilha muito mais sustentável e as pessoas estão criando novos hábitos, que são levados para outros locais e essa consciência ecológica vai ganhando cada vez mais força.

Para mais informações acesse o site oficial Noronha Plástico Zero

A triste e assustadora realidade é que o Brasil é o quarto maior produtor de lixo plástico do mundo, produzindo 11 milhões de toneladas de lixo plástico por ano, recicla apenas 1,28%. Iniciativas como o Projeto Noronha Plástico Zero são valiosíssimas e temos urgência, segundo estudos, em 2050 os oceanos terão mais plásticos que peixes... precisamos agir!!!

Faça também a sua parte, kits ecológicos com copos, canudos reutilizáveis, sacolas retornáveis, embalagens biodegradáveis... pela preservação do meio ambiente, vale tudo!!!

A fim de preservar cada vez mais o meio ambiente a partir de agosto/2022 não será mais permitida a entrada na ilha de carros que fazem emissão de dióxido de carbono, permitindo apenas a circulação dos carros que já estiverem na ilha. E a partir de 2030, todos os veículos movidos a gasolina, álcool e óleo diesel deverão ser retirados da ilha, mas isso é assunto para um próximo post...

Caso queira ler o Decreto Distrital na íntegra, clique na imagem abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *